Webjornalismo

Magaly Prado lança o livro Webjornalismo sobre “a troca de informações em rede”, como explica na dedicatória, com a ressalva de que “jornalismo é jornalismo em qualquer plataforma”. Certo.
Sempre muito antenada, ela resolveu um enigma que eu mesma já tive de encarar: como falar sobre internet, como escrever sobre internet, sem que o livro fique […]

Continuar lendo


Vestida para Espantar Gente na Rua

Miki W. lança nesse sábado, na Livraria da Vila (em São Paulo),  o livro infantil “Vestida para Espantar Gente na Rua”. Até lá, morro de curiosidade.
O convite é para levar as crianças e brincar de vestir roupas divertidas e imaginar mundos e modos.
Francisco, eu e Renato vamos. Vamos também?

“Uma menina criativa que usava roupas diferentes, […]

Continuar lendo


Paulo Francis

Paulo Nogueira escreve sobre Paulo Francis com a elegância necessária. Francis, como nós, jornalistas, chamávamos o mito, podia pecar em qualquer coisa, menos em estilo. Tinha um estilão.
Comecei a ler sua coluna, “Diário da Corte”, publicada a partir de 1977, ainda menina. As ilustrações, assinadas por Mariza, traziam desenhos bastante surreais, envoltos em bolhas, corpos […]

Continuar lendo


Atropelou o verbo e fugiu: qualidade no jornalismo

Adoro o blog coletivo Conversas Furtadas, que coleciona bobagens ditas na rua. Copio um post chamado Pout-pourri, de Claudio Delamare, sobre estudante de comunicação que não gosta de ler:
– Ah, professor, eu sempre achei essa coisa de ler um saco, nunca gostei.
– Mas aluno de comunicação que não gosta de ler? Não pode.
– Pois é, […]

Continuar lendo


Juliano Spyer oferece capítulo de Conectado

Juliano Spyer
O Juliano Spyer (na foto, na palestra Zen e a Arte de Blogar, durante o Campus Party) abriu um capítulo de seu livro “Conectado” para download grátis. Diz ele:
“Um dos meus capítulos favoritos do Conectado é o Impactos da rede na mídia. Ele foi escrito pensando no profissional da comunicação que aprendeu a […]

Continuar lendo