Paulo Francis

Paulo Nogueira escreve sobre Paulo Francis com a elegância necessária. Francis, como nós, jornalistas, chamávamos o mito, podia pecar em qualquer coisa, menos em estilo. Tinha um estilão.
Comecei a ler sua coluna, “Diário da Corte”, publicada a partir de 1977, ainda menina. As ilustrações, assinadas por Mariza, traziam desenhos bastante surreais, envoltos em bolhas, corpos […]

Continuar lendo


Um conto escrito pelo Twitter em em dois continentes

o gato pirata e a gata-da-lua-de-todas-as-cores
Duas amigas, Miki Watanabe (@mikiw) e Patrícia Kalil (@pakalil), escreveram um conto tropicalista e ensolarado via Twitter: O Gato Pirata e a Gata da Lua de Todas as Cores.
Achei um refresco a brincadeira das duas. O Twitter pegou ares de assessoria de imprensa nos últimos tempos. São avatares e […]

Continuar lendo


‘Grande Sertão: Veredas’ liberado na web

“Viver é um negócio muito perigoso”, escreve Guimarães Rosa em sua obra mais conhecida, “Grande Sertão: Veredas”, lançada há exatos 50 anos. Para comemorar a efeméride, a editora Nova Fronteira experimenta o sabor dessa constatação e oferece a obra para download na web até dezembro de 2006.
Baixe a edição comemorativa de “Grande Sertão: Veredas”.
Imensidade
Editar livros […]

Continuar lendo