OLPC 3

Com um laptop na mão, crianças dão o salto quântico na alfabetização digital

olpc3 by Ana Carmen olpc3

Dois experimentos, o mesmo resultado e uma dica preciosa:

1- Na Etiópia, crianças analfabetas receberam um computador movido a energia solar dentro de uma caixa, sem instrução alguma, sem ninguém para dar explicações. Em quatro minutos, uma delas não só abriu a caixa como encontrou o botão de ligar e desligar. Detalhe: nunca havia visto um botão daqueles no vilarejo sem palavras escritas, sem placas, sem escola.

Em cinco dias, os meninos usavam uma média de 47 aplicativos por criança a cada dia. Em duas semanas, eles cantavam músicas de ABC em inglês. Depois de cinco meses, hackearam o Android para conseguir usar a câmera que estava bloqueada no computador.

2- Na Índia, Sugata Mitra fez a experiência do buraco na parede (Hole in the Wall), colocando um computador ligado à internet no muro que separava sua empresa em Nova Delhi de uma favela. As crianças saíram navegando pela rede sem precisar de instrução.

Em ambos experimentos, o mais importante foi conectar a criatividade e a inteligência da criança ao mundo.

Sou fã desses contos de fada modernos.

Aqui em casa

O lobo mau passeia aqui por perto. Com um iPod na mão, meu filho de 5 anos reluta em ler um livro, brincar de carrinho e pesquisar as opções acústicas para o brincar. Tecnologia é tudo de bom, mas também assusta porque rouba a cena.

Ele aperta joguinhos com palavras em inglês, como as crianças etíopes. Mas entra em lutas, corridas de moto e coisas do mesmo quilate, sem qualquer intenção didática. Ainda não baixa o aplicativo sozinho, mas escolhe quais deseja e pede, insiste e volta ao assunto até conseguir o que deseja. Como as crianças indianas.

Um comentário sobre “Com um laptop na mão, crianças dão o salto quântico na alfabetização digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *